Busca por palavras chave:
 
  segunda-feira, 22 de outubro de 2018  
Home
ELEIÇÕES 2018 - DOCUMENTOS
PED 2017
Vídeos PT
História
PT Estadual
Notícias
Artigos
Secretarias
Secretarias Setoriais
Documentos
Galeria de Fotos
Diretórios municipais
Links importantes




 IBGE: desemprego só não é maior por aumento de “desalentados”

 

alto índice de desemprego no Brasil, que é de 13,1% da população, ou 13,7 milhões de pessoas, só não é maior porque outros 4,6 milhões simplesmente desistiram de procurar trabalho, segundo dados do IBGE divulgados nesta quinta (17). São os chamados “desalentados”, grupo que corresponde a 4,1% da força de trabalho ampliada do Brasil, o maior índice da série histórica iniciada em 2012.

No total, incluindo os desempregados, os trabalhadores subocupados e os desalentados, o Brasil alcançou em 2018, sob o governo golpista de Temer, uma taxa de subutilização da força de trabalho de 24,7%, o que representa 27,7 milhões de pessoas. O contingente também é o maior da série histórica.

Bahia (40,5%), Piauí (39,7%), Alagoas (38,2%) e Maranhão (37,4%) apresentaram as maiores taxas de subutilização e as menores taxas foram em Santa Catarina (10,8%), Rio Grande do Sul (15,5%), Mato Grosso (16,0%) e Paraná (17,6%).

O IBGE também mostrou que a maior parte dos desalentados são pretos e pardos, correspondendo a 73,1% do total de pessoas que desistiram de procurar emprego. A maior parte desse grupo (23,4%) é de jovens entre 18 e 24 anos, com ensino fundamental incompleto.

A informalidade também se mantém em alta no país, o índice de trabalhadores com carteira assinada chegou ao valor mais baixo da série histórica com cerca de 33 milhões de pessoas. Somente Amazonas e Distrito Federal apresentaram aumento do número de empregados com carteira assinada em relação ao último trimestre de 2017. Em São Paulo houve diminuição de 2,5%.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2017, o número de empregados sem carteira assinada aumentou em São Paulo, no Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. Também é importante destacar que 10 unidades da federação apresentaram aumento do contingente de trabalhadores por conta própria nesse período.



Da redação da Agência PT de notícias

Home Voltar Versão para Impressão Divulgar

  PT ESPÍRITO SANTO: Rua Graciano Neves,386 - Centro - Vitória/ES CEP: 29015-330 - Tel: (27) 3223-3455
  Copyright © 2009