Busca por palavras chave:
 
  quarta-feira, 16 de agosto de 2017  
Home
Eleitos PT-ES - Eleições 2016
PED 2017
Vídeos PT
História
PT Estadual
Notícias
Artigos
Secretarias
Setoriais
Documentos
Galeria de Fotos
Diretórios municipais
Links importantes




 Em Congresso marcado por Diretas Já, UNE elege nova presidenta

A União Nacional dos Estudantes (UNE) terá uma mulher, novamente, a frente da entidade. A estudante de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Marianna Dias, foi eleita presidenta neste domingo (18) na Plenária Final do 55º Congresso da UNE, em Belo Horizonte (MG).

Natural de Feira de Santana (BA), Marianna foi eleita pela chapa “ Frente Brasil Popular: A unidade é a bandeira da esperança”, com 3.788 votos (79%) e assumirá a presidência da UNE pelos próximos dois anos. Ela substitui a ex-presidenta Carina Vitral.

A nova presidenta reforçou a unidade entre as forças populares e do movimento estudantil para derrotar ogoverno golpista de Michel Temer.

Para ela, a prioridade, nesse momento, é a realização de eleições diretas para substituir Temer e combater as reformas trabalhista e da Previdência, principais bandeiras do atual governo.

“É preciso restabelecer a democracia e convocar novas eleições para a Presidência da República, para que a gente possa, de fato, mudar tudo o que a gente tem visto. Só será possível transformar o Brasil que a gente vive se tivermos muita unidade. Eu tenho a convicção que com a força de sete milhões de universitários desse Brasil nós seremos vitoriosos”, afirmou Marianna.

Como uma das primeiras ações políticas do novo mandato, a UNE participa da greve geral marcada para o próximo dia 30, juntamente com as centrais sindicais e demais movimentos sociais, que exige a saída de Temer e a convocação de eleições diretas já.

 

“Nós vamos derrotar o presidente golpista da República e construir uma grande jornada de luta, uma grande greve geral”, completou.

Marianna garantiu que o Congresso da UNE representou a esperança que o povo brasileiro pode ter numa juventude que não abandona o Brasil e que não abandona a luta política.

“A unidade é a bandeira da esperança e nós somos a esperança do Brasil. A UNE somos nós, nossa força, nossa voz”, destacou.

Congresso da UNE

O evento aconteceu em Belo Horizonte entre os dias 14 e 18 de junho, e reuniu mais de 15 mil estudantes de todo o País. O 55º Congresso da UNE teve cinco chapas inscritas. Em segundo lugar ,veio a chapa “ Fora Temer, rumo à greve geral contra as reformas” com 690 dos votos (14,33%). Em terceiro, a chapa “Vem que a UNE é nossa” com 148 dos votos (3.09%).

Em quarto lugar ficou a chapa “Fora Temer, eleições gerais já. Mutirão na UNE” com 85 dos votos (1,77%) e, em quinto, a chapa “Reconquistar a UNE: por nenhum direto a menos, fora temer, diretas já!”, com 84 dos votos (1,75%).

Durante a plenária final, foi aprovado, também por unanimidade, o reconhecimento do 31º Congresso Nacional da UNE, realizado em 1971, que elegeu o mártir estudantil Honestino Guimarães presidente da entidade. Desta maneira, agora o próximo congresso da UNE será o de número 57.

Marianna estará à frente da UNE em um momento especial para os estudantes, quando a entidade irá celebrar 80 anos de fundação, no dia 11 de agosto.

Além da nova diretoria, a 55ª edição do Conune aprovou em consenso a “Carta Belo Horizonte”, documento que unifica as reivindicações do movimento estudantil presentes ao encontro em Minas Gerais.

A plenária final também definiu a luta da UNE em torno das ”Diretas Já”. O documento aprovado diz que o objetivo é que o povo eleja um presidente que possa convocar uma assembleia constituinte soberana, eleita sob novas regras, sem financiamento empresarial, “única forma de anular as ‘deformas’ impostas pelo governo golpista de Michel Temer.”

Conheça a nova presidenta da UNE

A estudante Marianna Dias já tem uma larga experiência no movimento estudantil. Integrou o diretório acadêmico de Pedagogia da Uneb, presidiu a União dos Estudantes da Bahia (UEB) e era diretora de Relações Internacionais da UNE.

Ao assumir a presidência da histórica entidade dos universitários brasileiros, Marianna considera que a UNE tem três grandes desafios no campo político. O primeiro é fazer com que as pessoas acreditem na política.

Para ela “quando as pessoas deixam de acreditar que a política pode transformar a vida delas, a gente tem mais dificuldade de estabelecer mudanças no Brasil”.

A líder estudantil considera que a política não pode ser vista como sinônimo de sujeira, de corrupção, de coisa ruim. Para ela é essencial disputar a consciência dos jovens, dos estudantes, no próximo período.

Outro desafio, segundo a nova presidenta da UNE, é fazer muita mobilização e colocar muito estudante na rua. O objetivo é “barrar os retrocessos, o avanço desse projeto que não foi aprovado pelas urnas no Brasil”.

O terceiro desafio é contribuir para que a democracia seja restabelecida no Brasil através do voto. Segundo Marianna, “a UNE tem feito uma campanha muito grande pelas Diretas Já, mas a próxima gestão terá ainda mais responsabilidade de falar sobre isso”.

Home Voltar Versão para Impressão Divulgar

  PT ESPÍRITO SANTO: Rua Graciano Neves,386 - Centro - Vitória/ES CEP: 29015-330 - Tel: (27) 3223-3455
  Copyright © 2009