Mulheres petistas debatem representação política em Salvador-BA

O projeto Elas Por Elas foi apresentado em Salvador (BA) na sexta-feira (8). A plataforma idealizada pela Secretaria Nacional de Mulheres do PT levou à capital baiana o debate sobre a representação da mulher na política, com a finalidade de impulsionar pré-candidaturas e aumentar a participação de mulheres em cargos eletivos.

A secretária estadual de Mulheres do PT-BA, Brena Pinto, lembrou que as mulheres foram as mais afetadas pelogolpe e reforçou a urgência por representação. “Nesse processo de retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, é fundamental que a gente tenha candidaturas realmente competitivas, que representem a nossa pauta nos espaços de decisão”, defendeu.

Luciana Mandelli, da Executiva Estadual, ressaltou o desafio das mulheres na organização da pauta eleitoral dentro dos partidos, que ainda são compostos majoritariamente por homens.

“Estamos em um debate de empoderamento. Se a gente não consegue entender onde estão as nossas fragilidades e os nossos gargalos, não é possível avançar. Nesse sentido, o projeto é muito bem-vindo”, disse.

Mulheres petistas de diversos movimentos sociais e municípios da Bahia participaram do lançamento do Elas por Elas no estado. A presidenta do PT de Feira de Santana, Ivannide Santa Bárbara, representou a cidade. Ela reforçou que é preciso unir forças para que o projeto atinja o objetivo de fortalecer a representação de mulheres na política.

“Precisamos de unidade e compreensão de que não seremos fortes sozinhas. Só teremos resultados se de fato nos unirmos”, reafirmou.

Durante o ato, foi destacado ainda o papel fundamental das mulheres à frente das lutas contra o golpe que tirou a presidenta legítima, Dilma rousseff, da Presidência e em defesa da candidatura e libertação do presidente Lula, encarcerado injustamente desde o dia 7 de abril.

Geisa Marques, Comunicação Elas Por Elas